Acessar
Leia os Livros I, II e III da nova tradução de Meditações antecipadamente!

O Estoicismo é um antídoto para o vitimismo

Enzo Bonamini
“É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe.”

— Epicteto

Eu achava que entendia de desigualdade social.

Diversas vezes me encontrei em discussões com a minha irmã sobre conceitos como dinheiro, condições sociais e injustiças da vida.

A Mariana sempre foi uma pessoa muito humana, do tipo que passa a mão na cabeça de quem chora, e tenta achar um motivo nobre para justificar alguma situação em que certa pessoa se encontra.

Para ela, sempre há um motivo que determina as ações das pessoas, e só este motivo basta para explicar a situação atual de algum indivíduo.

Ela sempre diz que é justificável uma pessoa não atingir o sucesso caso o ambiente não seja favorável para que tal fato ocorra. 

Eu sempre discordava. Eu dizia que isso não era desculpa. Na minha antiga visão, eu achava que todos poderiam fazer e acontecer caso assim desejassem. E por isso eu sempre citava exemplos de pessoas que saíram da lama e se tornaram multimilionários.

Mas toda vez que eu jogava esse argumento, ela refutava dizendo que essas são as exceções à regra.

Sempre que eu trazia essa ideia nas nossas discussões, ela levantava algum contraponto, dizendo que eu não posso pensar dessa forma. “Nós sempre tivemos ótimas condições financeiras”, ela dizia. “Sempre fizemos todos os cursos que queríamos realizar nem precisamos pegar 6 ônibus por dia para trabalhar e estudar, Nós nunca passamos por dificuldade financeira nenhuma.”

Quando ela trazia estes exemplos, eu sempre ficava sem argumentos e era obrigado a me calar. Afinal, ela estava certa.

Mas, no fundo, eu sabia que a discussão não era tão simples assim. Havia mais a ser explorado.

E o que me ajudou a explorar melhor o assunto foi conhecer a história do Epicteto.

Epicteto foi um filósofo Estoico grego que viveu a maior parte de sua vida em Roma. Ele também nasceu escravo e manco. Contudo, o fato de ter sido escravo ou manco não o impediu de viver uma vida plena e virtuosa. Ele se elevou para além de suas limitações e despertou seu verdadeiro potencial. 

Para viver uma vida virtuosa, a condição financeira não é um fator ou impedimento. Viver uma vida virtuosa é sobre parar de culpar as condições em que a vida te colocou.

Epicteto nasceu escravo. Portanto, ser escravo era algo que fugia ao seu controle. Ele poderia passar sua vida se lamentando que não teve as melhores condições, mas, ao invés disso, Epicteto decidiu ser o escravo mais virtuoso que este planeta já viu. 

E se hoje nós nos lembramos de seu nome, é porque Epicteto atingiu seu objetivo.

Epicteto não permitiu que o fato de ter nascido em condições desfavoráveis se tornasse um fator limitante para a sua vida.

Ter conhecido a história do Epicteto me mostrou o quanto eu estava errado nas discussões com a Mariana. Eu errava ao focar o sucesso apenas no lado financeiro. 

Minha irmã têm razão quando diz: “mesmo que várias pessoas em condições desfavoráveis queiram se tornar multimilionários, nem todas conseguirão.” Isso porque o sucesso financeiro é algo que não está inteiramente sobre o controle delas.

Cada pessoa possui uma história, condições e pontos de largada diferentes. Isso implica que nem todo mundo poderá atingir os mesmos resultados na vida.

Mesmo que Epicteto dedicasse sua vida a se tornar imperador de Roma, dificilmente ele conseguiria.

Já para Marco Aurélio, não foi uma dificuldade: 

  • ele nasceu em uma família rica e com influência política, 
  • desde os 7 anos de idade teve um tutor que o ensinou sobre o Estoicismo, Júnio Rústico
  • e, aos 17, se tornou filho adotivo do Imperador Adriano, o 3º dos 5 bons imperadores de Roma, o que o levaria a assumir o poder 23 anos depois.

Da mesma forma, mesmo que todo mundo queira se tornar multimilionário, nem todos conseguirão: alguns irão partir de condições iniciais diferentes dos outros, e alguns terão obstáculos imprevisíveis. Fatores que não controlamos sempre poderão nos impedir de atingir o resultado que queremos.

Mas nem por isso estamos impedidos de viver uma vida que vale a pena ser vivida.

Pois, a final, viver e agir na totalidade do nosso potencial, redefinindo nossas definições de limite... isso sim está sob nosso controle.

Isso não quer dizer que eu defenda a ideia de que todos devam abraçar a passividade e apenas aceitar a situação em que estão. Muito menos quero que todos aceitam a desigualdade social, e parem de tentar acabar com ela. 

O ponto é: em um nível individual, todos podem fazer o melhor com as condições que lhe foram dadas.

O que Epicteto recomendaria para uma pessoa que se vitimiza por não ter tido as condições ideais seria pensar:

“Eu irei morrer. Mas preciso morrer chorando? Irei ser acorrentado. Mas preciso lamentar e resmungar também? Eu irei ser exilado. Mas há algo que me impeça de seguir com um sorriso calmo sereno?”

Eu estava errado sobre desigualdade social. Nem todo mundo poderá atingir os mesmos resultados. Epicteto me mostrou isso.

Mas o que ele também me ensinou é que todos podem fazer o melhor com suas vidas.

No fim de sua vida, Epicteto disse: 

“Estou doente, e feliz. Em perigo, e feliz. Morrendo, e feliz. Em exílio, e feliz. Em desgraça, e feliz.”

Assim como Epicteto, todos podem viver uma vida digna de ser vivida.

Artigos Relacionados

VER TODOS

Conteúdo para lhe ajudar a manter a sanidade em meio ao caos

Mulher na janela

Autocobrança excessiva — quando meu pior inimigo sou eu

O Estoicismo me iniciou em uma jornada de autoconhecimento na qual pude aprender lições sobre ética e desenvolver uma nova cosmovisão acerca do mundo.

João Carlos
Ler Artigo
Cena do filme Submarine (2010)

Uma boa memória

Se você está sofrendo agora por qualquer motivo, lembre-se que no futuro o momento atual será apenas uma distante memória.

Mateus R. Carvalho
Ler Artigo
VER TODOS

Acompanhe novidades do Estoicismo Prático

Ao preencher seu email abaixo, você receberá em primeira mão: artigos do blog assim que forem publicados, os mais recentes episódios dos podcasts e informações sobre novos projetos.
Você receberá no máximo um email por semana. ✅