Acessar
Leia os Livros I, II e III da nova tradução de Meditações antecipadamente!

Como uma pessoa Estoica supera uma traição

Maria Beatriz
"O ódio provoca contendas."

Em caso de infidelidade, é comum uma das partes se mover por um sentimento de ódio, o que acrescenta um caráter patológico ao relacionamento.

Nessas circunstâncias, nenhum acordo é aconselhável. Quando esses sentimentos estão aguçados, a tentativa de reconciliação são infrutíferas. É preciso aguardar tempo para que ambas pessoas possam se reequlibrar emocionalmente. Você não consegue prever o que vai acontecer com você, mas você escolhe entre surtar ou manter a calma.

Dizer como lidar com uma traição em teoria é mais fácil do que lidar com ela na realidade.

Mas, mesmo na realidade, não é o fim do mundo. Não se esqueça que você não controla as ações de ninguém. Por isso, não guarde mágoas e nem perca tempo cultivando a raiva, ódio, dor e tristeza. Nada disso lhe traz qualquer tipo de benefício, e muito menos ajuda a superar a situação. A pessoa Estoica sábia sente seus problemas, mas os supera.

É importante tirar um tempo para si mesmo, para focar na sua mudança interna. Assim, você pode refletir sobre acontecimentos que não podem ser evitados. Essa reflexão lhe ensina a controlar suas expectativas sobre as pessoas e a reconhecer que as pessoas também são apenas seres humanos falhos. Em Meditações, Marco Aurélio escreveu:

“No começo de cada dia diga a si mesmo: “Hoje eu encontrarei pessoas intrometidas, ingratas, arrogantes, desonestas, invejosas e grosseiras.”

Elas se comportam dessa maneira porque não sabem a diferença entre bom e mau.

Porém, eu aprendi a ver a beleza no que é bom e certo, e a evitar o que é mau e errado. E sei também que essas pessoas são semelhantes a mim — não por compartilharem do mesmo sangue ou por serem da minha família, mas sim porque ambos somos dotados de razão e temos a mesma porção do divino em nós.

Portanto, não há razão para eu me sentir afetado, nem me irritar com elas ou odiá-las. Dado que somos semelhantes, fomos feitos para cooperar, assim como foram feitos os dois pés, as duas mãos, as pálpebras, os ombros direito e esquerdo ou o maxilar e a mandíbula.

Não cooperar é contraditório com a natureza. E me revoltar ou dar as costas àquelas pessoas certamente não é um ato de cooperação.”

— Marco Aurélio, Meditações II.1

O universo é indiferente. Eventos que abalam você irão acontecer. Aceite as dificuldades, contratempos e mesmo tragédias como experiências inerentes aos seres humanos. Por mais sábios que sejamos, eventos irão nos desequilibrar. Quando isso acontecer, devemos tentar voltar aos trilhos o mais rapidamente possível.

Afinal, por que sofremos tanto por amor? Mesmo no caso de uma traição, não há porque sofrer. Podemos apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa que gerou em nós um sentimento intenso, e nos serviu como uma boa companhia por um tempo.

Como aliviar a dor da traição?

A resposta é simples: vivendo mais!

A cada dia que vivo, mais concluo que desperdiçamos vida quando não damos o amor que podemos e quando não tentamos ser fortes. Quando fugimos do sofrimento, perdemos também a felicidade.

"A dor é inevitável. O sofrimento é opcional."

O poder do perdão

Para quem confia demais, a dor da traição é maior. Apenas não se sente traído aquele que não confia.

Por isso, é importante lembrar:

Não podemos controlar as pessoas indo embora das nossas vidas.

Não controlamos as ações de outras pessoas.

Mas controlamos nossas próprias ações. E é apenas isso o que importa.

Não alimente o ódio. Deixe ir sem apego. Não guarde ressentimentos de ninguém. Aceite as pessoas como são. Todos seres humanos cometem erros, independente se aprendem ou não com eles.

Não se iluda com belas palavras.

Devemos ser leais a nós mesmos e às nossas virtudes.

Artigos Relacionados

VER TODOS

Conteúdo para lhe ajudar a manter a sanidade em meio ao caos

Imagem do filme A Vida Secreta de Walter Mitty (2013)

Sonhando acordado

Apesar de ser importante ter intenções claras, existe uma diferença entre sonhar grande e sonhar acordado. E com frequência eu me esqueço dessa diferença.

Mateus R. Carvalho
Ler Artigo
A jornada para se tornar um profissional de sucesso

A jornada para se tornar um profissional de sucesso

Eu era demasiado covarde, acomodado e ignorante. Foi justamente por causa dessa autossabotagem que eu comecei a estudar o estoicismo.

Icaro Moro
Ler Artigo
VER TODOS

Acompanhe novidades do Estoicismo Prático

Ao preencher seu email abaixo, você receberá em primeira mão: artigos do blog assim que forem publicados, os mais recentes episódios dos podcasts e informações sobre novos projetos.
Você receberá no máximo um email por semana. ✅